Ranking coloca mão de obra brasileira em 57º lugar

image_pdfimage_print

122 nações foram avaliadas em relação a competência e capacidade produtiva de seus cidadãos.

mao_de_obra

A primeira edição do Relatório de Capital Humano, realizado pelo Fórum Econômico Mundial, avaliou como 122 nações transformam as competências e capacidades produtivas de seus cidadãos em vantagem econômica.

Em primeiro lugar da lista está a Suíça, como o país que melhor consegue traduzir capital humano em retorno financeiro, seguido pela Finlândia e Singapura. A Holanda e a Suécia completam os 5 primeiros colocados, enquanto o Brasil só aparece na 57ª posição.

Os melhores desempenhos são de países europeus e os piores de países africanos. O índice levou em conta 51 variáveis divididas em quatro pilares que estimulam ou inibem o desenvolvimento de uma nação: educação, bem-estar e saúde, força de trabalho e emprego, e ambiente estrutural.

O estudo ainda pontuou requisitos secundários para chegar ao ranking final. Veja a atuação do Brasil no pilar ‘força de trabalho e emprego’:

– Facilidade de encontrar profissionais qualificados – 101ª posicão
– Pagamentos relacionados à produtividade – 83ª posição
– Capacidade de inovação – 33ª posição
– Capacidade de atrair talento – 44ª posição
– Capacidade de reter talentos – 34ª posição
– Nível de absorção de tecnologia – 48ª posição

Clique aqui para ver o estudo completo e conhecer os demais países listados.

Fonte: OLHAR DIGITAL