Hacker cria máquina de estresse para testar peças de LEGO

image_pdfimage_print

Invento com motores servo, placa Arduino e sensores determinou durabilidade de blocos de montar

A partir de um hack, Phillipe Cantin tentou determinar a durabilidade das peças de LEGO. Ele criou uma máquina capaz de reproduzir o movimento de montar e desmontar duas peças do brinquedo para ver quanto elas suportavam.

A máquina de estresse de LEGO, explicou o blog Hack a Day, foi criada com dois motores servos controlados por uma placa Arduino e um contador que armazenava os dados da contagem em um cartão SD. Um sensor avaliava a condição das peças para ver se elas ainda se mantinham unidas.

O resultado veio depois de dez dias contínuos, mostrando que as peças aguentam 37.112 montagens/desmontagens. Um vídeo no YouTube mostra a curiosa criação e pode ser visto.

Fonte: Geek2Geek