As coisas mais caras do mundo!

image_pdfimage_print

coisas_mais_caras

Preparados para conhecer as coisas mais caras do mundo? Usamos um critério que servirá como referência para todos os produtos. Escolhemos um quilo como unidade de comparação para criar esse ranking (para os líquidos, convertemos o equivalente em litros, de acordo com a densidade do produto). Então, vamos lá!

Bebidas

Uísque Glenfiddich 1937

R$ 80 mil reais

Esse é o uísque mais antigo — e caro — do planeta. As 61 garrafas existentes são disputadas em concorridos leilões na Europa.

Vinho Château Lafite Rotschild 1811

R$ 75 mil reais

Esse vinho não é para ser bebido, é de colecionador. O raríssimo exemplar de 192 anos foi arrematado em junho de 2000.

Vinho Château Mouton-Rotschild 1945

R$ 70.400 reais

Uma garrafa dessa safra, tida pelos especialistas como a mais saborosa, foi vendida em 1997 em uma casa de leilões inglesa.

Vinho Romanée-Conti 1985

R$ 34.700 reais

É a bebida mais cara disponível no Brasil. A safra de 1985 é considerada especial e vem batendo recordes de preço no mundo todo.

Minerais Preciosos

Diamante Vermelho

R$ 15 bilhões de reais

Uma jóia grande de 1 quilate (200 mg) custa a bagatela de 3 milhões de reais. O diamante incolor sai mais em conta: 1 quilo vale “só” 255 milhões de reais.

Rubi Da Birmânia

R$ 450 milhões de reais

Essa pedra de cor roxa é encontrada também em jazidas da Tailândia e do Sri Lanka. Um anel de 1 quilate, por exemplo, custa 90 mil reais.

Alexandrita

R$ 450 milhões de reais

Essa gema fascina pela mudança de cor: durante o dia, ela fica azulada. À noite, vira vermelha. Um quilate também sai por 90 mil reais.

Esmeralda Colombiana

R$ 300 milhões de reais

Esse mineral é usado como ornamento há mais de cinco milênios. As jazidas da Colômbia produzem as pedras mais perfeitas, a 60 mil reais o quilate.

Cosméticos

Absoluto De Íris

R$ 157 mil reais

Essa essência, extraída do caule da flor de íris, é usada no famoso perfume Channel nº 19 e corresponde a menos de 1% do produto.

Absoluto De Violeta

R$ 37 mil reais

Purificado a partir das folhas da violeta, o aroma é utilizado em perfumes e sabonetes. Bastam poucas gotas desse absoluto para inflacionar o preço.

Âmbar Gris

R$ 10 mil reais

Esse óleo, extraído das secreções do cachalote (um parente da baleia), é usado para fixar aromas em perfumes e cosméticos em geral.

Comidas

Trufa Branca Italiana

R$ 12 mil reais

A trufa verdadeira não é um doce, mas o cogumelo mais caro do mundo. Em restaurantes sofisticados, cada prato leva, no máximo, 20 gramas do produto.

Caviar Beluga Iraniano

R$ 10.600 reais

Caviar sempre foi sinônimo de coisa cara. As ovas pretas da beluga são as mais cobiçadas, ainda mais agora que o peixe corre risco de extinção.

Matsutake

R$ 6 mil reais

Esse é outro cogumelo raríssimo. Na culinária, costuma ser muito usado em requintados preparados da cozinha oriental, especialmente sopas e pratos grelhados.

Substâncias Químicas

DNA Humano

R$ 15 milhões de reais

Quantidades ínfimas da substância são usadas em laboratórios para fazer exames de paternidade e em pesquisas de engenharia genética.

Ácido Abcísico

R$ 600 mil reais

Esse caríssimo hormônio vegetal é importante para os botânicos porque evita que as sementes das plantas germinem antes do tempo.

Rodopsina

R$ 300 mil reais

É uma proteína essencial para a captação de luminosidade na visão. O tipo sintetizado em laboratório é extraído de bactérias.

* Os preços foram calculados com base em uma cotação em que 3 reais equivalem a 1 dólar.

Consultores: Wine Spectator (Estados Unidos); Unidade Independente de Monitoramento de Drogas do Reino Unido (Inglaterra); Associação Brasileira de Sommeliers (Brasil); Grupo Expand (Brasil); Sérgio Arno, do restaurante La Vecchia Cucina, e Tsuyoshi Murakami, do restaurante Kinoshita, ambos em São Paulo; Rainer Guttler e Henrique Eisi Toma, da Universidade de São Paulo (USP); e Olivier Paget, da Mane do Brasil.

Fonte: BLOG MAIS ESTUDO