4 tendências da tecnologia para você ficar de olho

image_pdfimage_print

Elas vão bombar muito em breve. É bom entender essas tendências para não ficar de fora dessa onda.

tendencias_tecnologicas

Carros inteligentes, internet das coisas, inovações na relação do consumidor com o varejo e novas tecnologias para vestir. Essas tecnologias já estão de alguma forma entre nós, mas certamente se fortalecerão e são tendências para o empreendedor prestar atenção daqui para frente. Conheça neste post um pouco mais sobre elas.

1 – Carros inteligentes

Veículos futuristas, sejam conectados à web por meio de diferentes sistemas operacionais, sejam autônomos, começam a se desenvolver com maior velocidade especialmente fora do Brasil. Eles poderão dirigir sozinhos ou até fazer seu próprio diagnóstico no caso de uma quebra ou pane mecânica. A BMW, por exemplo, apresentou na CES deste ano um protótipo que dispensa o motorista e faz até derrapagens por conta própria. Já a Nissan prevê que até 2020 iniciará a comercialização de seus veículos autônomos. E, na Mobile World Congress (MWC), feira realizada em fevereiro em Barcelona, a Ford e GM divulgaram suas API’s para que os desenvolvedores comecem a trabalhar em APPs para seus carros.

2 – Showrooming

Um dos principais reflexos da popularização dos smartphones no varejo é o crescimentos do showrooming, fenômeno pelo qual os consumidores experimentam produtos em lojas físicas, mas fecham a compra pela internet por um preço mais baixo. Trata-se de uma realidade com a qual os varejistas físicos terão de apreender a conviver.

3 – Tecnologias vestíveis

Relógios, óculos, pulseiras, peças de roupas e até exoesqueletos. A relação de peças que podem ser vestidas e estão equipadas com sensores digitais é grande – e vai aumentar. Só para dar alguns exemplos, a Samsung lançou seu smart watch em setembro de 2013 e a LG apresentou, na feira de tecnologia Consumer Eletronics Show (CES) deste ano, em Las Vegas, a Lifeband Touch, pulseira capaz de monitorar exercícios físicos.

4 – Internet das coisas

Cada vez mais comum, o termo Internet das Coisas (Internet of Things) se refere à conexão com a nuvem, por exemplo, de máquinas, equipamentos eletrônicos, automóveis, eletrodomésticos, câmeras e outras “coisas” que ajudam os clientes a melhorar suas operações e a economizar tempo e dinheiro. Para ilustrar, pense que, ao chegar à sua casa, a garagem “inteligente” notará a sua aproximação e abrirá automaticamente o portão. Ou a geladeira poderá avisar, por email ou uma mensagem de celular, quando a validade de algum alimento estiver para vencer.

Fonte: ISTOE DINHEIRO