10 motivos para amar a plataforma Android

image_pdfimage_print

Os dispositivos Android são líderes na categoria de smartphones e tablets no Brasil. Separamos esse post para mostrar algumas particularidades do sistema do Google e selecionamos 10 características boas do Android. Confira nosso resumo.


1 –
 Funciona como pendrive. Qualquer aparelho com o sistema Android, independente da versão, funciona como um pendrive quando conectado ao computador. Pode parecer bobo, mas os sistemas concorrentes exigem a cópia de arquivos por meio de algum programa específico. É possível, inclusive, ver o esquema de pastas do Android como se estivesse navegando no Windows Explorer.

2 – Páginas em flash funcionam. O usuário que gosta de sites feitos em flash não terá problemas com smartphones com o sistema Android. Apesar de cada vez mais as páginas estarem migrando para a tecnologia HTML 5, quem tiver um aparelho Android não vai visualizar um buraco negro onde deveria ter um vídeo ou uma animação. Acima, uma imagem do site do Dj Marky, que é todo feito em flash.

3 – Liberdade para personalizar. O sistema Android dá liberdade para o usuário mudar várias configurações como configurar o toque do celular sem a necessidade de um programa (geralmente, basta selecionar o arquivo e defini-lo como toque), colocar uma foto própria como fundo de tela ou mesmo inserir um papel de parede interativo.

4 – Facilidade em ativar opções. Por mais que os sistemas Androids sejam diferentes uns dos outros, os smartphones, geralmente, são fáceis de mexer. Opções rotineiras como ativar Wi-Fi ou mesmo desligar a conexão 3G são feitas com poucos toques na tela.


5 – 
Gerenciador de tarefas. No Windows, há o comando Ctrl+Alt+Del para visualizar os processos que estão rodando em um computador. O sistema Android tem algo parecido chamado Gerenciador de Tarefas. Também é possível baixar aplicativos gratuitos que executam essa função. O interessante é que o dono do smartphone consegue saber quais são os programas que mais consomem memória.


6 –
 Aplicativos pagos nativos. As grandes fabricantes de aparelhos Android têm o costume de negociar com desenvolvedora de aplicativos para liberar alguns programas pagos na faixa. Às vezes pode ser um jogo, em outras uma suíte de escritório.


7 –
 Pelo fato de o sistema ser feito pelo Google, os aplicativos da gigante das buscas (como Gmail, Maps, entre outros), geralmente, são disponibilizados primeiramente para o sistema móvel. Sem contar nos aplicativos exclusivos, como o do Google Drive ou o Google Street View.


8 –
 Cada fabricante tem um Android. Os fabricantes de aparelhos Android modificam o sistema do Google da forma que eles acham melhor. O núcleo do sistema é o mesmo (quem sabe mexer em um Android, mexe em qualquer um), mas a interface gráfica varia. Cabe ao usuário testar e verificar com qual se adapta melhor.


9 –
 Teclado Swype. A tecnologia Swype permite digitar arrastando os dedos sobre o teclado. Quem se acostuma com a técnica não quer mais saber de ficar utilizando o teclado virtual, pois agiliza bastante o processo, sobretudo para quem precisa escrever rápido.


10 – 
Loja de aplicativos “gorda”. O Google Play, loja de conteúdos para o sistema Android, conta com milhares de aplicativos, há mais de 500 mil programas disponíveis. Se antes usuários de sistemas concorrentes se gabavam do número de aplicativos, o sistema móvel do Google conta com diversas alternativas, sobretudo para smartphones.

Fonte: BLOG MAIS ESTUDO