10 maneiras de economizar dinheiro na sua empresa

image_pdfimage_print

economizar_dinheiro

Para que medidas de economia façam diferença numa pequena empresa, todas as pessoas envolvidas com gastos diários (e não só o dono ou sócio) precisam ficar atentas às oportunidades.

1- Examine suas contas
Faz quanto tempo que você analisa os gastos mensais com luz, água, telefone e internet?

  • Muitos planos são atualizados e têm seus preços reduzidos, principalmente em telefonia. Veja se você paga o valor atual mais justo possível.
  • Você precisa de uma linha fixa? Por quê? Dependendo do seu uso, algumas tecnologias de VoIP ou mesmo o Skype podem ser mais do que suficientes.
  • Analise a fatura do cartão de crédito procurando por cobranças recorrentes — você está usando realmente esses serviços ou a cobrança sobrou e você se esqueceu dela?

2- Veja como está o seu seguro
Hoje em dia existem inúmeras opções de seguro, não só diferentes marcas, mas também diferentes modalidades e formas de cobrança. Por exemplo, se você aumenta o valor da franquia, provavelmente você consegue um valor menor mensal para manutenção.

Por isso, falar com um corretor de seguros sempre pode ajudar para rever seus planos.

3- Se existe desconto, adiante o pagamento
Isso é uma questão de fluxo de caixa, mas caso você tenha capital de giro suficiente e o fornecedor lhe dê um desconto para adiantar o pagamento, não perca a oportunidade economizar um pouco.

4- Reduza suas dívidas financiadas
Apesar de existirem ótimas formas de financiamento, principalmente de imóveis, a taxa de juros sempre é minimamente salgada. Adiantar os pagamentos de uma forma que você economize nos juros pode ser sempre uma boa opção de investimento.

Caso você não esteja dando conta do aluguel do seu espaço, visite o espaço de Coworking mais próximo de você, vale a pena!

5- Vá para a nuvem!
Manter servidores é um processo custoso e que demanda conhecimentos específicos que não são dos mais baratos. Utilize servidores de empresas especializadas (como a Drall Consultoria).

Além disso, procure softwares que estão na nuvem, que não requerem o pagamento de uma licença cara que nem sempre te dá o suporte necessário. Aplicativos na nuvem normalmente estão na nuvem e requerem pagamento mensais que cabem no bolso — se você quiser mudar, é só parar de pagar.

6- Terceirize
Se você não tem uma grande demanda, aumentar sua equipe é uma ótima forma de criar custos altos e de longo prazo. Para evitar isso e calcular o tamanho da sua demanda real, contrate terceiros (empresas ou freelancers) para trabalhos específicos.

7- Pague adiantado serviços contínuos
Se você paga um valor fixo mensal para algum serviço, veja que tipo de desconto você conseguiria se pagasse 6 meses ou 1 ano adiantado. Caso seja um serviço que você utilizará de qualquer maneira, essa economia será bastante significativa.

8- Não seja um distribuidor de brindes
Não me entendam mal: brindes são ótimos para várias ocasiões, desde eventos, até agradar alguns clientes especiais. Porém, gastar montanhas de dinheiro em brindes dificilmente lhe trará o retorno esperado em vendas, então pense bem no momento de planejar como gastar seu orçamento promocional.

9-  Procure ajuda que não pese no seu bolso
Além do bom e velho Sebrae, que entrega vários ótimos tipos de ajuda a empreendedores (de cursos online a consultorias presenciais), existem ótimos canais com conteúdo de qualidade na internet.

Claro, caso sua demanda seja mais específica, vale buscar um consultor, mas depois de analisar as fontes anteriores.

10- Utilize softwares gratuitos
Além dos ótimos recursos que o Google Docs oferece, existem diversas ferramentas online que permitem uma utilização mínima antes que você alcance o nível pago.

Fonte: SAIA DO LUGAR